Imagine que você levou um tempão para estruturar uma excelente pesquisa de satisfação: alinhou todos os objetivos e expectativas da empresa, escolheu quais as perguntas ideais e enviou para todos os contatos.

Porém, após enviar o questionário de pesquisa, não recebeu nenhuma resposta ou muito pouca. A pesquisa não atendeu suas expectativas com o retorno obtido e, com muita frustração, você percebeu que alguma coisa está errada.

Normalmente, essa situação acontece quando não há um bom planejamento estratégico para a pesquisa de satisfação. Por isso, hoje vamos ensinar como melhorar a taxa de respostas.

Ficou interessado? Então confira agora mesmo 5 dicas para a sua empresa!

  1. Tenha um Banco de Dados Atualizado

Ao realizar ações ou eventos que envolvam seu público-alvo, é importante que você solicite o e-mail e dados de todos os participantes. Além disso, informe que enviará um conteúdo exclusivo e importante, tal como um cronograma ou algum material de estudo.

Essa estratégia é fundamental para que todos os participantes recebam algum material online antes da ocasião. Isso porque, ao recebê-lo, as pessoas autorizam o envio de mensagens do seu destinatário.

Assim, quando você for enviar a pesquisa de satisfação, há mais chances dela não cair em spam ou ser recusada. Afinal, o participante já marcou seu e-mail como um contato confiável e o questionário irá diretamente para a caixa de entrada.

  1. Invista em Conteúdo Claro e Objetivo

Imagine um profissional que recebe um questionário de pesquisa durante o expediente. Se as questões forem enormes ou complexas, dificilmente alguém irá pausar as próprias tarefas para responder à pesquisa, não é mesmo?

Por isso, é essencial investir em perguntas simples e objetivas, sem rodeios. Da mesma maneira, as respostas precisam ser curtas, chamativas e compreensíveis – questões de múltipla escolha, como o tradicional “regular, bom e ótimo”, podem ajudar, já que demandam menos tempo do que perguntas abertas.

Para que as pessoas tenham interesse em participar da sua pesquisa é essencial criar textos chamativos e persuasivos. Investir em um bom conteúdo e fluxos de interação ajuda a melhorar a conversão das pesquisas.

Outro conselho para aumentar o engajamento do questionário, é a otimização do assunto no e-mail da pesquisa, por exemplo. Crie frases criativas que deixem a abordagem ainda mais atrativa.

Além disso, deixe claro para o seu público, a estimativa de tempo que será gasto com o questionário.

Nesse aspecto, outra dica interessante é sortear um brinde entre os participantes, para estimular que eles se envolvam com a marca e também porque eles querem algo em troca pelo tempo e informações fornecidas.

Mulher trabalhando em frente ao notebook

  1. Escolha o Canal Adequado para Disparo de sua Pesquisa

É importante ser estratégico ao analisar quais meios fazem sentido para o público. Leve em consideração aqueles que ele mais utiliza no dia a dia para facilitar a comunicação com sua empresa.

Se necessário, questione o melhor canal e horário para envio da pesquisa, para uma abordagem mais assertiva.

Lembre-se: contrate uma empresa especializada em pesquisas de satisfação para fazer envio de pesquisas em grande volume. Assim você evita que sua pesquisa caia em spam.

  1. Crie Plataformas Baseadas na Experiência do Usuário

Experiência do usuário é quando você utiliza uma série de elementos para facilitar a vida do seu público.

Para isso, são utilizadas algumas ferramentas que melhoram as taxas de conversão do site, aperfeiçoam o design e tornam a presença online da marca responsiva (que se adapta às mais diversas telas).

A intenção é que o usuário encontre todas as informações que precisa com rapidez e facilidade!

Isso não pode ser diferente com a sua pesquisa de satisfação. Por isso, ela precisa ser arquitetada com base na experiência do usuário. Algumas dicas:

  • utilize uma boa formatação;
  • seja claro e objetivo;
  • customize e dê destaque para o call to action (CTA) da pesquisa de satisfação;
  • invista em um layout simples;
  • tenha a mesma identidade visual dos demais materiais;
  • crie títulos e questões atraentes, que combinem com a personalidade da sua marca;
  1. Faça Testes A/B

O método de pesquisa de satisfação que funciona para a minha empresa, pode não funcionar para a sua. Por isso, é muito importante realizar testes A/B.

Essa estratégia é essencial para conferir se você está no caminho certo ou se precisa modificar alguma informação.

Entre as possíveis mudanças entre a versão “A” e a “B”: modificar a chamada e o call to action (CTA), alterar perguntas, a abordagem ou o tom de voz do conteúdo, objetivando comparar as versões e identificar qual tem melhor desempenho.

Assim, você pode realizar os ajustes necessários e melhorar a taxa de respostas.

Equipe em escritório discutindo estratégias

Melhorar a taxa de respostas das pesquisas de satisfação é  um dos principais objetivos das empresas que investem nos questionários para avaliar a atuação mercadológica.

Todos os dias as pessoas recebem uma infinidade de informações online, e por isso, é preciso ter boas estratégias para chamar a atenção do público e converter opinião em boas respostas.

Neste post, você conferiu 5 dicas para melhorar a sua taxa de resposta. Agora que você aprendeu como fazer, que tal conferir qual é o melhor plano da plataforma binds.co para o seu negócio? Boa leitura!

Imagens: Depositphotos, Pexels (Bruce Mars), Pexels (rawpixel.com)
Author

Deixe um comentário!

%d blogueiros gostam disto: