Você já reparou que os grandes profissionais também são excelentes comunicadores?

Pense nos maiores líderes da história mundial: Nelson Mandela, Bill Gates, Walt Disney, Steve Jobs e Martin Luther King. Além de saber como conduzir uma equipe, todos possuíam a assertividade na comunicação como uma característica fundamental.

Porém, esse fato não é uma mera coincidência. A eficácia de um trabalho em equipe, por exemplo, tem a comunicação como um dos seus pilares.

Então, que tal aprender como os grandes líderes se comunicam e dar mais um passo na sua carreira para se tornar um líder reconhecido e capaz de alavancar resultados?

O que é uma Comunicação Assertiva?

A comunicação assertiva é caracterizada como o ato de transmitir informações sem demonstrar inseguranças, riscos de falhas ou dúvidas, ou seja, o emissor deve ser claro para que o receptor entenda a mensagem da melhor forma.

líder palestrando para seus colaboradores

8 Dicas para uma Comunicação Assertiva

1 – Saiba o que você vai falar

“Contra fatos não há argumentos”. Provavelmente você já ouviu esse ditado, não é mesmo?

Como um bom líder, é preciso ter conhecimento sobre o que você vai abordar antes de sair dizendo qualquer coisa. Quando as pessoas não sabem o que dizer, a chance de gerar uma discussão é grande.

Uma das formas mais fortes de liderar é a liderança por conhecimento. Ninguém vai ficar discutindo com o piloto do avião, pois supostamente ele é a pessoa que tem mais conhecimento sobre navegação aérea, por exemplo.

O mesmo acontece com o capitão do navio. Ele estudou e passou um bom tempo praticando para exercer aquela função, é um líder por conhecimento.

É importante ressaltar que o conhecimento não vem apenas por meio de cursos. A vivência e a análise de casos cotidianos também são excelentes fontes.

2 – Preste atenção no outro

É fundamental que você se interesse pelo outro. Dentro do livro “os 7 hábitos de pessoas altamente eficazes”, Stephen Covey retrata bem esta dica ao dizer que é preciso se mostrar interessado antes de ser interesseiro.

O autor também menciona que é necessário primeiro compreender para depois ser compreendido.

Esses hábitos são chamados de escuta ativa e deve ser uma premissa de todo líder de sucesso.

Uma maneira muito fácil de você mostrar que está prestando atenção é repetir um trecho da frase que uma pessoa diz em uma conversa. Veja um exemplo:

Fernanda: Eu estou me sentindo muito nervosa porque amanhã eu tenho uma palestra.

Victor: Por que essa palestra de amanhã está te deixando nervosa?

Isso mostra que você ouviu e está interessado. Você também pode fazer uma expressão de solidariedade para complementar a frase.

Todavia, é importante que este ato não seja algo forçado, pois para os grandes líderes essa é uma atividade natural.

3 – Seja direto

Seja direto, pois quanto mais concisa for a sua fala, menos chances de más interpretações você irá gerar.

Além disso, quando uma pessoa enrola muito para passar uma informação, fica nítido a sua falta de preparo. Um bom líder deve ser referência para os seus colaboradores.

Contudo, não confunda o ato de ser direto com palavras grosseiras. Cuidado para não querer impor a sua opinião em cima de julgamentos equivocados.

colaboradores ouvindo o líder da equipe em reunião

4 – Cuidado com a sua compreensão

Também é importante entender como as pessoas captam a sua mensagem, o que gera o famoso Rapport.

Rapport significa “trazer de volta” ou “criar uma relação”. É uma técnica que cria empatia entre as pessoas e demonstra que o emissor está no mundo do receptor, ou seja, faz sentir que o emissor entende o receptor.

Esse conceito é muito importante, pois um líder deve entender o outro lado da situação antes de tomar alguma atitude, ou seja, ele precisa saber ouvir os seus colaboradores.

5 –  Cuidado com a linguagem utilizada

Muita gente acredita que fazer Rapport é se espelhar na linguagem, copiar o sotaque de outra pessoa. Contudo, esse pensamento está equivocado, pois o que dá a entender é que você está sendo irônico.

É claro que existem locais em que você vai precisar adequar a linguagem, como em uma palestra para o público jovem, onde é permitido o uso de algumas gírias, mas em uma reunião com gestores, o uso destas palavras não convém.

6 – Aposte no bom senso

Sorria! O sorriso gera uma proximidade entre as pessoas, pois a linguagem não verbal também faz parte de uma comunicação eficaz.

Logo, chegue aos lugares sorrindo, mostre uma boa impressão para as pessoas no dia a dia. Não seja um líder mau humorado, o qual as pessoas tem medo de cumprimentar.

Contudo, tanta a linguagem verbal quanto a não verbal precisa ser dosada. Um líder referência sabe o momento de brincar com os seus funcionários e o momento de falar com autoridade.

7 – Linguagem corporal

Assim como foi mencionado no item anterior, a comunicação não verbal também é muito importante para uma boa comunicação.

Dessa forma, você também deve perceber a postura dos membros da sua equipe. Muitas pessoas evitam falar, mas a linguagem corporal mostra se estão ou não satisfeitos com determinada situação.

Pernas e braços cruzados, por exemplo, indicam resistência à mudança. Já quando uma pessoa está mentindo, ela costuma desviar o olhar do seu. Fique atento a esses e a muitos outros sinais.

8 – Use a emoção a seu favor

Há um estudo que diz que quando uma pessoa fala apenas de maneira técnica acerca de determinado assunto ela não cativa tanto os seus expectadores quanto quando a mesma fala é feita com uma certa dose de emoção.

Os líderes bem sucedidos sabem bem disso. Logo, é essencial que você fale com entusiasmo e paixão sobre os seus produtos, serviços e missões.

Cartas na Mesa, Comece já o seu Jogo!

Todo líder sabe que a comunicação é um dos grandes segredos do sucesso. Então, agora que você já sabe quais são os 8 passos para criar uma comunicação assertiva, utilize esses artifícios a seu favor.

Lembre-se que toda a relação construtiva começa com uma boa conversa! Pronto para ser um grande líder?

Sobre o autor

Esse post foi escrito pela Voitto, uma empresa que vem cumprindo a missão de capacitar pessoas para um mercado competitivo, através de treinamentos digitais e presenciais nas áreas de melhoria contínua (Lean e Seis Sigma), Softwares de Gestão e Desenvolvimento de Lideranças, além de consultorias que contam com experiência e técnicas de gestão para gerar resultados aos clientes.

Imagens: Pexels (freestocks.org), Pexels (ICSA), Pexels (rawpixel.com).
Author

Deixe um comentário!

%d blogueiros gostam disto: